Go to the top

Uma roupa chamada Exoesqueleto

LoFrano / Blog, Inteligência Artificial, Tecnologia, Tecnologias Emergentes / 0 Comments

Em um futuro próximo, será mais acessível vestir-se de uma roupa chamada de exoesqueleto.

Exoesqueleto

Performance

Essa tecnologia já possibilita aumentar a força do corpo humano para que ele possa exercer atividades com menor stress físico e ganho de performance.

Eles foram projetados inicialmente para uso militar, possibilitando soldados carregar e levantar cargas pesadas com maior facilidade.

Os exoesqueletos podem ser utilizados em diversas áreas, como por exemplo auxiliar idosos em suas atividades, ajudar profissionais subirem em grandes plataformas, carregar caixas e até o avanço de tocar bateria com três braços e gerar um novo ritmo.

Saúde

Algumas empresas estão trabalhando exoesqueletos com eletrodos conectados a pele que permite o sistema nervoso mandar estímulos aos músculos.

Este recurso seria como uma fisioterapia alinhando mente e corpo do paciente mas com a ajuda do exoesqueleto para o avanço da mobilidade, aí já entra a Inteligência Artificial(IA).

Não necessariamente precisamos do exoesqueleto com tanta inteligência, a sua força já propicia um caminhar melhor que um andador de pessoas especiais.

Indústria 4.0

Na indústria, já é utilizado em setores como o automobilístico permitindo o operário se integrar com o exoesqueleto e trabalhar com mais flexibilidade e menos esforço na produção de veículos automotores.

Na era da indústria 4.0 é possível avançar mais nesse sentido e com mais velocidade eu acredito, talvez a oferta do equipamento para o mercado ainda seja pequena.

Futuro

Chegaremos a um ponto que a utilização do exoesqueleto possivelmente seja substituída por robôs com mobilidade e inteligência capaz de fazer o esforço e precisão total do homem.

Já o homem irá se realocar em suas funções físicas, intelectuais e cognitivas conforme o avanço da automação na industria 4.0 (Pelo menos assim espero).

Comentários

Comentários

Faça um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.