Arquivo para 'ERP'

Sistema de Processamento de Transações

Sistema de processamento de Transações

O conceito de SPT (Sistema de Processamento de Transações) é uma categoria, ou um formato de sistema é utilizado atualmente na maioria das organizações, tem como objetivo coletar,  armazenar , processar e distribuir dados das diversas transações realizadas dentro da empresa, servindo como base para a camada operacional.

workflow

Esse sistema é de extrema importância considerando o funcionamento das organizações, pois da suporte a diversas operações do tipo operacional, chão-de-fabrica. Essencial para suportar as atividades de interface envolvendo também a gestão de produtos e faturamento.

Toda vez que a empresa produz ou presta um serviço, ocorre uma transação que será processada por um ou mais sistemas de processamento.

As Categorias de negócio envolventes são: controle de estoque, Logística, Financeiro, vendas e Compras.

O objetivo principal deste tipo de sistema é o fornecimento de todas as informações legais ou organizacionais referentes à empresa, para manter eficientemente os seus negócios.

SPT na empresa

Um exemplo de utilização do SPT em uma universidade utiliza as entradas, processamento e saída conforme Tabela abaixo:

Entrada Processamento Saída
Avaliação Vestibular Análise de Notas Resultados Aprovados
Matricula de alunos Análise de Documentos Cadastro no curso
Aquisição de patrimônio Inclusão no controle Relatório de bens
Lista de chamada Controle de presença Relatório de presentes e ausentes
Cadastro de Acervo / Biblioteca Inclusão no sistema categorizado Livros Disponiveis para consulta
Controle de estoque Entrada de mercadoria no sistema registrados e colocados como entrada para o programa de controle de estoques
Cadastro de fornecedores Digitação de dados Consulta de Fornecedores

Fim do emissor de notas fiscais gratuito da Secretaria da Fazenda

NFe

O fim do emissor de notas fiscais gratuito da Secretaria da Fazenda do estado de São Paulo já foi anunciado, a partir de 01/01/2017, o emissor gratuito da NF-e (versão 3.10) será descontinuado e nova versão não será desenvolvida. A partir dessa data não será mais possível fazer download do aplicativo, porém os usuários que tiverem o aplicativo instalado em seus computadores poderão continuar utilizando-o até que novas atualizações das regras de validação da NFe impeçam o seu correto funcionamento. Sendo assim, recomendamos que os usuários busquem outras soluções disponíveis no mercado ou o desenvolvimento próprio.

Esta é o texto publicado no site da Secretaria da Fazenda do estado de São Paulo, sendo assim, recomendamos a todos que já comecem a migração para emissores de NF-e (Notas Fiscais Eletrônicas) proprietários ou comerciais.

Existem vários, inclusive, posso indicar cada um conforme o ramo de atividade ou negócio, e em sua maioria são de plataforma web, que permitem o acesso e o envio de notas fiscais eletrônicas de qualquer lugar ou dispositivo.

Os preços variam de acordo com a quantidade de usuários ou quantidade de módulos e números de notas fiscais emitidas mensalmente. Quem quiser dicas sobre qual aplicação ou ERP adquirir para seu negócio pode comentar abaixo que irei ajudar a escolher.

ERP e a Resistência interna à Implantação

Inicialmente, tudo que altera os processos de trabalho de uma empresa cria boas expectativas. No entanto, é necessário informar e demonstrar que algumas etapas exigirão paciência e coalizão dos profissionais envolvidos. Isto faz parte da entrada de um novo sistema em uma instituição e com isso enxergamos o ERP (Enterprise Resource Planning) e a resistência interna à implantação.

envolvimento_stakeholders

Pode ser difícil mudar de direção; aliás, sempre desconfie se tudo estiver fluindo facilmente, pois se foi necessária a mudança é por que já existiam dificuldades. Então, quais seriam alguns métodos eficazes que podem diminuir a resistência à uma nova implementação e o que deve ser considerado quando se lida com questões de gestão de mudança?

  • O mapeamento de processos é fundamental para se ter uma visão macro do negócio e o tamanho das engrenagens em cada departamento;
  • Certificar-se de envolver todas as partes interessadas, desde o início do projeto, e tê-los a bordo com o escopo e objetivos do projeto, tendo a certeza de que essas metas são claras para todos;
  • O alinhamento com um PDCA (Plan Do Check Act) atual ou inicial é apropriado;
  • A contratação de consultores externos especializados no ERP é muito útil para ajudar a identificar, analisar e abordar as preocupações das diferentes unidades de negócio;
  • Todos em posições de liderança precisam ver que se trata de um problema de negócio, ao invés de uma questão de tecnologia;
  • Por mais dolorido que seja, é necessário ter em mãos uma forma de roll-out do ERP, um plano B por causa de possíveis engessamentos que possam interferir no negócio;
  • Um plano de negócios novo e atualizado, se possível, interagindo com o planejamento estratégico para demonstrar claramente as necessidades atuais e futuras;
  • É importante o acompanhamento de um escritório e/ou profissionais de PMO (Project Management Office), visando os processos e validando os mesmos.

À medida que as alterações são feitas e as implementações futuram começam, os stakeholders (participante da estratégia) sentirão as reações de todos os envolvidos, tanto funcionários quanto colaboradores. Assim sendo, é importante ganhar a confiança e demonstrar a todos os benefícios futuros logo no início da implantação do ERP.

 

 

Get Adobe Flash player
Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookCheck Our Feed