Arquivo para 'Licenciamento'

Planejamento de Infraestrutura com Ambiente Microsoft

Planejamento de Instalação

Pré Instalação

Objetivo:

O objetivo é gerir de forma prática e viável os usuários e suas condições no ambiente de rede utilizando o Sistema Operacional Windows Server 2012 – versão Enterprise sem limitações de recursos para que não haja problemas de implementação futura.

• Equipamento de hardware e tolerância a falhas

Produto da série E5-2400 utilizando processador INTEL XEON criado com base para data centers.
Possui expansão de recursos como memória para atender um eventual aumento de consumo.
Opção de discos até 4 unidades
2 soquetes de processador podendo expandir mais um objeto
Cache de 2,5 mb por núcleo – 6 núcleos no total
Alimentação com fonte redundante de 550W
Armazenamento do tipo SAS com discos de 72 gb em raid 0 + 1
Observação: Esse servidor apenas será objeto de gerenciamento de rede e não armazenamento de arquivos, para file Server e outros fins serão outros equipamentos e alguns possivelmente virtualizados.

• Necessidade dos usuários

Ter acesso ao servidor através da rede com participação em compartilhamentos criados pelos administradores
Níveis de acesso para utilizar somente o necessário de cada grupo ou usuário baseado em Active Directory com estratégia adotada AGDLP;
Participar em unidades organizacionais para melhor visualização e clareza no gerenciamento.

• Segurança

Determinar a casa grupo ou usuário sua forma de participação em servidores de arquivos
Restringir o acesso a recursos, pastas e arquivos
Utilizar das políticas de grupo para viabilizar e cuidar da segurança

• Sistema de Arquivos

O Sistema de Arquivos que usaremos no Windows Server 2012 será o ReFS(Resilient File System).

• Licenciamento

O tipo de licenciamento adotado será o de aquisição do Windows Server por volume, além das cals por usuário.

• Forma de Participação na Rede

O modo de participação dos usuários na rede será baseado no controlador de domínio, este chamado Active Directory recurso do Windows Server 2012.

planejamento_infraestrutura_TI

Pós Instalação

• Hardware

Verificar os drivers instalados, atualizar se necessário confirmar se estão assinados pela Microsoft (homologação).

• Opções de inicialização e recuperação

Certificar que as opções estão ajustadas e seguras para um melhor desempenho do equipamento e do sistema operacional.

• Análise

Utilizar um recurso nativo do sistema operacional como o caso do MSinfo32 para analisar os recursos e serviços.

• Tempo

Ajustar se necessário as opções de data, hora e idioma e conferir se vão ser compatíveis com aplicações e bancos de dados futuros se houver.

 

 

Comparativo TCO e ROI Windows x Linux

Microsoft Windows Linux
Código fonte: Código pertence à Microsoft e não disponível para mudanças; 

Licenciamento:

 

Valor de aquisição alto e cobrança por chamadas CAL dependendo da aplicação do sistema operacional;

Obrigação de uso apenas de licenças adquiridas;

 

 

Suporte do fabricante ao SO:

 

Facilidade de localizar suporte;

Investimento previsto em suporte, certificação e treinamento, de 1 trilhão de dólares para 2013;
Tempo de suporte ao usuário muito menor relativo a outros sistemas operacionais;

Número maior de informações disponíveis na internet;

Canais especializados da própria Microsoft para suporte em todo mundo;

 

Suporte ao Hardware:

 

Maior parte dos hardwares disponibiliza drivers de dispositivos para este sistema;

Maior homologação de drivers gerando confiança na utilização;

 

 

 

Mão de obra:

 

Quantidade superior aos outros sistemas, de profissionais no mercado;

Maior quantidade de profissionais certificados;

Gama de certificações ampla e abrangente;

 

 

Código fonte: Livre e totalmente liberado a mudanças; 

Licenciamento:

 

Não há necessidade de adquirir licenças, em algumas distribuições apenas o registro do mesmo;

Linux não tem custo de aquisição e nem de licenciamento;

 

Suporte do fabricante ao SO:

 

Suporte pago em algumas distribuições;

Crescente quantia de informações na internet;

Tempo de reparo superior ao Microsoft Windows;

 

 

 

 

 

 

 

Suporte ao Hardware:

 

Menor a quantidade de fabricantes que disponibilizam drivers;

Em alguns casos a necessidade de engenharia reversa;

Pouco interesse de fabricantes criarem drivers para Linux;

 

Mão de obra:

 

Possui  um preço maior em manutenção e operação;

Profissionais Linux ganham em média 25% a mais que profissionais Microsoft;

Profissionais certificados Linux ganham até 40% a mais que profissionais certificados Windows;

Conclusão

Comparando ambos observamos que o sistema operacional da Microsoft leva vantagem nos quesitos:

  • Tempo e habilidade de suporte (24×7) oferecido pelo fabricante
  • Mão de obra disponível no mercado
  • Qualidade e valor da mão de obra
  • Plataforma abrangente e compatível para instalação de Softwares como ERP
  • Tempo menor na recuperação de desastres

Os custos de licenciamento e atualização do Microsoft Windows se tornam atraentes e pouco significantes perto de tais quesitos.

Benefícios no licenciamento Windows Server em Maquinas Virtuais

A vistualização de servidores é cada vez mais utilizada nos ambientes de TI, com seus beneficios claros de redução de custos em infra-estrutra e licenciamento de software.

Pesquisas recentes apontam que nos próximos 3 anos a virtualização será comum nas empresas devido aos seus benefícios, uma das vantagens são os licencimentos Microsoft como por exemplo utilizar Windows Server virtualizado na versão enterprise que permite a instalação fisica mais 4 vms, ou apenas 4 vms rodando.

Abaixo segue uma tabela de licenciamento com vms utilizando Windows Server:

Standard Edition: Instalação física + 1 VM, ou apenas 1 VM
Enterprise Edition: Instalação física + 4 VMs, ou apenas as 4 VMs
Datacenter Edition: Instalação física + ilimitadas VMs, ou apenas as ilimitadas VMs (e as VMs podem ser Standard, Enterprise ou Datacenter Edition)

Como Funciona o Licenciamento do Windows Cal

Os profissionais e as empresas tem muita dúvida sobre o licenciamento do Windows Cal, na verdade o licenciamento é simples e compoe apenas pela necessidade do cliente e a rede que ele possui.

Primeiramente vale lembrar que os terminais sendo eles Windows XP, Vista ou Windows 7 também precisam estar com suas licenças de software sejam elas OEM – FPP ou OPEN devidamente legalizadas.

O que é Windows Cal?

Cal é a sigla para Client Access Licence(Licença de Acesso do Cliente) que significa que determinados usuários ou dispositivos podem acessar servidores Windows Server

Os tipos de licença Windows Cal são:

Cal User(Licenciamento por usuário): Caso a empresa tenha tenha menos usuários que dispositivos sendo eles: laptops, notebooks, palm, desktops a melhor opcão seria a Licença de Usuário por permitir que os usuários usem outras maquinas. 

Cal Device(Licenciamento por dispositivo): Caso a empresa tenha menos dispositivos do que usuários está é a melhor opção pois irá permitir que vários usuários utilizem o mesmo equipamento.

A Microsoft realiza alterações com o passar do tempo sobre o licenciamento Windows Cal, vamos estar falando sobre estas alterações que acontecem com o tempo em outros posts.

Get Adobe Flash player
Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookCheck Our Feed