Arquivo por Tag: Windows Server 2012

Configurando o Dropbox como Serviço

O aplicativo Dropbox é eficaz, e traz recursos de inicialização apenas quando logon de usuário, porém existem os casos onde instalamos em ambientes de servidores como o Windows Server 2008 ou 2003.

Para isso, é necessário transformar a aplicação em um serviço e com isso vamos aos requisitos:

Sistema operacional Windows Server 2008
Possuir o Windows Server 2003 Resource Kit instalado (Isso mesmo, 2003)

Instale o Drobox (www.dropbox.com)

dropbox_as_service

Depois de instalado, garanta que as preferências estejam desabilitadas:

Mostrar Notificação na Área de Trabalho(“Show desktop notifications”)

Iniciar Dropbox quando o sistema iniciar(“Start Dropbox on system startup”)

Feche o Dropbox clicando com o botão direito e fechar

Com o Windows Resource Kit instalado, digite exatamente o comando abaixo no executar:

C:\Program Files (x86)\Windows Resource Kits\Tools>instsrv Dropbox “c:\Program Files (x86)\Windows Resource Kits\Tools\srvany.exe”

Se tudo der certo, exibirá a seguinte mensagem:

O Serviço foi adicionado com sucesso!(The service was successfuly added!)

Agora, mude o usuário que executa o serviço do dropbox utilizando o próprio administrador,

nas propriedades do serviço Dropbox:

clique na aba logon, clique em esta conta, e selecione ou digite sua conta de administrador(administrator), clique em aplicar e ok.

Se for a primeira vez que está apropriando um serviço a conta de administrador, você receberá a seguinte mensagem:

O usuário administrador garantiu logon com privilégios no serviço(Administrator user has been granted log on as service rights).

No registro do Windows(Iniciar, Executar, Regedit), faça as seguintes alterações:

Navegue até HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\Dropbox
Dentro de Dropbox crie a seguinte chave “Parameters”

Adicione uma nova String Value “Application” do tipo REG_SZ e insira o caminho de onde fica o executável do dropbox.exe, no caso padrão seria “C:\Program Files (x86)\Dropbox\Client\dropbox.exe”.

Feche o editor de registro(regedit)

Vá até os serviços(services.msc) novamente e inicie o serviço, agora ele deve estar com o status de iniciado e trabalhando em background.

Caso seja necessário abrir o dropbox para fazer alterações pare o serviço antes, depois feche totalmente a aplicação e inicie o serviço novamente.

Para saber se o sincronismo está ocorrendo normalmente, basta logar no Dropbox.com e olhar as modificações ou inclusões de arquivos.

Modelo de Script Vbs para Mapeamento

Estou colocando um script Vbs disponível para ajudar os administradores de rede que precisam colocar o mapeamento automático de unidades compartilhadas para usuários de domínio ou não.

Normalmente é pratica colocar o arquivo com nome .vbs na pasta netlogon que é o padrão para esse tipo de aplicação. Para que o script funcione, adicione o nome do arquivo no perfil do usuário no active directory.

Segue o código com alguns detalhes e comentários:

‘Script de Login

On error Resume Next

Err.clear 0

‘Desconectando e Mapeando Unidades de Disco

Set WshNetwork = Wscript.CreateObject(“Wscript.Network”)

WshNetwork.RemoveNetworkDrive “E:”, True, True

WshNetwork.RemoveNetworkDrive “H:”, True, True

WshNetwork.RemoveNetworkDrive “P:”, True, True

WshNetwork.RemoveNetworkDrive “K:”, True, True

WshNetwork.MapNetworkDrive “E:”,”\\192.168.1.250\ESCOLA”,”true”

WshNetwork.MapNetworkDrive “H:”,”\\192.168.1.250\FINANCEIRO”,”true”

WshNetwork.MapNetworkDrive “P:”,”\\192.168.1.250\Publico”,”true”

WshNetwork.MapNetworkDrive “K:”,”\\192.168.1.250\DADOS”,”true”

‘Sincroniza o horario da estacao com o servidor

Set objWMIService = GetObject(“winmgmts:\\” & strComputer & “\root\CIMV2”)

Set objShell = CreateObject(“WScript.shell”)

strCmd = “net time \\192.168.1.250 /set /yes”

set objexec = objshell.exec(strcmd)

‘Criando atalhos automaticamente na área de trabalho

strAppPath = “http://192.168.1.250:9675/portal/”

Set wshShell = CreateObject(“WScript.Shell”)

objDesktop = wshShell.SpecialFolders(“Desktop”)

set oShellLink = WshShell.CreateShortcut(objDesktop & “\Help Desk – Suporte.lnk”)

oShellLink.TargetPath = strAppPath

oShellLink.WindowStyle = “1”

oShellLink.IconLocation = “\\192.168.1.250\publico\icone\spiceworks.ico”

oShellLink.Description = “Help Desk – Suporte”

oShellLink.Save

strAppPath = “\\192.168.1.250\publico\suporte\suporte.exe”

Set wshShell = CreateObject(“WScript.Shell”)

objDesktop = wshShell.SpecialFolders(“Desktop”)

set oShellLink = WshShell.CreateShortcut(objDesktop & “\Suporte Remoto.lnk”)

oShellLink.TargetPath = strAppPath

oShellLink.WindowStyle = “1”

oShellLink.IconLocation = “\\192.168.1.250\publico\suporte\spiceworks.ico”

oShellLink.WorkingDirectory = “\\192.168.1.250\publico\suporte\”

oShellLink.Description = “Suporte Remoto”

oShellLink.Save

Wscript.Quit

Comparativo TCO e ROI Windows x Linux

Microsoft Windows Linux
Código fonte: Código pertence à Microsoft e não disponível para mudanças; 

Licenciamento:

 

Valor de aquisição alto e cobrança por chamadas CAL dependendo da aplicação do sistema operacional;

Obrigação de uso apenas de licenças adquiridas;

 

 

Suporte do fabricante ao SO:

 

Facilidade de localizar suporte;

Investimento previsto em suporte, certificação e treinamento, de 1 trilhão de dólares para 2013;
Tempo de suporte ao usuário muito menor relativo a outros sistemas operacionais;

Número maior de informações disponíveis na internet;

Canais especializados da própria Microsoft para suporte em todo mundo;

 

Suporte ao Hardware:

 

Maior parte dos hardwares disponibiliza drivers de dispositivos para este sistema;

Maior homologação de drivers gerando confiança na utilização;

 

 

 

Mão de obra:

 

Quantidade superior aos outros sistemas, de profissionais no mercado;

Maior quantidade de profissionais certificados;

Gama de certificações ampla e abrangente;

 

 

Código fonte: Livre e totalmente liberado a mudanças; 

Licenciamento:

 

Não há necessidade de adquirir licenças, em algumas distribuições apenas o registro do mesmo;

Linux não tem custo de aquisição e nem de licenciamento;

 

Suporte do fabricante ao SO:

 

Suporte pago em algumas distribuições;

Crescente quantia de informações na internet;

Tempo de reparo superior ao Microsoft Windows;

 

 

 

 

 

 

 

Suporte ao Hardware:

 

Menor a quantidade de fabricantes que disponibilizam drivers;

Em alguns casos a necessidade de engenharia reversa;

Pouco interesse de fabricantes criarem drivers para Linux;

 

Mão de obra:

 

Possui  um preço maior em manutenção e operação;

Profissionais Linux ganham em média 25% a mais que profissionais Microsoft;

Profissionais certificados Linux ganham até 40% a mais que profissionais certificados Windows;

Conclusão

Comparando ambos observamos que o sistema operacional da Microsoft leva vantagem nos quesitos:

  • Tempo e habilidade de suporte (24×7) oferecido pelo fabricante
  • Mão de obra disponível no mercado
  • Qualidade e valor da mão de obra
  • Plataforma abrangente e compatível para instalação de Softwares como ERP
  • Tempo menor na recuperação de desastres

Os custos de licenciamento e atualização do Microsoft Windows se tornam atraentes e pouco significantes perto de tais quesitos.

Desativar o UAC no Windows 8 e Server 2012

Vou disponibilizar neste post, o download dos arquivos compactados que contém os comandos para ativar ou desativar o UAC, Controle de Contas de Usuário.

Não foram feitos testes em versões anteriores ao Windows 8 e Server 2012, mas é possível que funcione por se tratar de alteração de valores em registro.

O motivo de eu estar disponibilizando, é que em uma necessidade a desabilitar no Windows Server 2012 as alterações que eu fiz pelo painel de controle, Contas de Usuário não foram suficientes, e com esse recurso foi efetivo.

Link para download: http://www.lofrano.com.br/wp-content/uploads/2014/01/Ativar_Desativar_UAC.zip

uac_windows

Get Adobe Flash player
Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookCheck Our Feed