Go to the top

Unicórnio no universo das Startups

LoFrano / Blog, Economia, Empreendedorismo, Startup, Tecnologia / 0 Comments

Startups que se tornaram unicórnios, isso soa estranho ainda pra você? este termo é mais comum do que você pode imaginar e nós já vamos falar disso.

Toda a startup que atinge o valor de mercado de US$ 1 bilhão ou mais, é classificada como Unicórnio, e não são poucas que alcançam este patamar. Em 2017, uma pesquisa realizada pela PitchBook mostrou que essas empresas somam ao todo um valuation de US$ 116 bilhões (R$ 377 bilhões).

Quem domina o topo do ranking são as startups norte-americanas que só no ano passado 32 delas se tornaram unicórnios. Dois exemplos de empresas são a Coinbase, que é uma plataforma e uma carteira de moedas digitais onde os comerciantes e consumidores podem fazer transações com novas moedas digitais e o Reddit, um site de mídia social no qual os usuários podem divulgar ligações para conteúdo na Web.

Em seguida, está a China, que fechou 2017 com 18 startups, dentre elas, uma das empresas mais valiosas da lista: Toutiao, um agregador de serviços que atingiu o valor de mercado de US$ 20 bilhões (R$ 65 bilhões).

Nesta lista, ainda aparecem com um “unicórnio” cada, Emirados Árabes Unidos, Índia e Indonésia.

Além das empresas apontadas nesta pesquisa também é possível encontrar outras que fazem muito sucesso por ai.

Desafio para o Brasil

Combinar estratégias ousadas com tecnologia e inovação não é fácil, mas algumas startups brasileiras já estão causando a disrupção de diversos setores e abrindo novos mercados.

No Brasil já temos a 99 Taxis, um unicórnio na área da tecnologia que foi comprada pela chinesa Didi Chuxing. A aquisição foi fechada por cerca de 960 milhões de dólares e avalia a brasileira em 1 bilhão de dólares segundo a coluna do jornalista Lauro Jardim do jornal O Globo.

A expectativa dos especialistas agora é que outras empresas entrem na onda e se tornem unicórnios. André Ghignatti diretor da WOW Aceleradora em entrevista para o site da revista Exame se mostra otimista, não só pela compra da 99, mas sim pela profissionalização do mercado. “A aquisição é apenas a ponta do iceberg, o início de nosso ecossistema se fortalecendo e mostrando cada vez mais resultados para o mercado”, afirma.

O Site Exame também consultou alguns especialistas que deram seus palpites em relação às próximas empresas que podem se tornar unicórnios brasileiros. São elas:

  • Ebanx: Startup de Curitiba que oferece uma solução para quem não possui cartão internacional e precisa usar serviços como o e-commerce chinês AliExpress por exemplo.
  • GuiaBolso: Trata-se de uma fintech que auxilia brasileiros a controlarem o orçamento.
  • Movile: Detentora de aplicativos como o iFood de delivery ou o PlayKids de conteúdos infanto-juvenis. Este negócio brasileiro já firmou parcerias com gigantes internacionais como a Disney.
  • Nubank: Startup brasileira no segmento de serviços financeiros que atua como operadora de cartões de crédito e banco digital.
  • Resultados Digitais: Esta startup foi criada em 2011 quando pouco se falava em marketing digital. O negócio se expandiu e criou um evento de referência no setor, o RD Summit.
  • Stone Pagamentos: Empresa de tecnologia para pagamentos famosa por suas maquininhas verdes para passar cartões de crédito e débito e com preços agressivos.

Comentários

Comentários

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.