Go to the top

Privacidade cada vez mais afetada

LoFrano / Blog, facebook, Inteligência Artificial, Privacidade, Segurança da Informação, Tecnologias Emergentes / 0 Comments

Com a privacidade cada vez mais afetada, o Facebook trouxe à tona que uma falha causou o vazamento de fotos de 6,8 milhões de usuários.

Os aplicativos de terceiros tiveram acesso às imagens e esta falha deu aos desenvolvedores acesso a outras fotos como as compartilhadas em Facebook Stories.

Desde o dia 12 de outubro, usuários estão recebendo mensagens como está em suas contas no Facebook:

“Se você recebeu uma notificação parecida, significa que sua conta está entre as 30 milhões que foram afetadas por uma falha de segurança descoberta em 25 de setembro pela rede social”.

Mesmo sabendo que o problema afetou diversos países, não se sabe ao certo quantas das 30 milhões de contas são de usuários brasileiros.

Privacidade Internet

Recorrência

Em 28 de setembro com um ataque à rede social feito por hackers, os criminosos conseguiram controlar contas de aproximadamente 50 milhões de pessoas.

De acordo com um comunicado oficial da rede os invasores aproveitaram uma vulnerabilidade na função “ver como”, que permite ao dono do perfil visualizar suas informações e saber como elas são expostas para os outros.

O recurso com a falha de segurança já foi desativado pela companhia que garantiu uma análise completa para entender o ataque.

“Nós já corrigimos a vulnerabilidade e estamos informando as autoridades sobre o ocorrido”, assegura o comunicado no blog oficial.

O ataque

A ação dos hackers roubou os “tokens de acesso” dos usuários que equivalem às chaves digitais que permitem que eles acessem suas contas e desta forma, os criminosos tiveram acesso a informações pessoais que em alguns casos puderam até ter o controle dos perfis.

Embora isso tenha ocorrido, o Facebook informou que não é preciso mudar a sua senha. Mark Zuckerberg em seu perfil pessoal afirma que é necessário continuar investindo em segurança, embora o erro tenha sido encontrado e corrigido.  “A realidade é que precisamos continuar desenvolvendo novas ferramentas para evitar que isso aconteça em primeiro lugar”, esclareceu.

Por meio de conferência telefônica para explicar aspectos técnicos do ataque, a equipe de engenheiros da rede social informou que não tem mais detalhes a respeito da invasão e que ainda não podem explicar de onde veio a ação criminosa.

Além disso, também foi informado pela empresa que essa ação ficou restrita apenas ao Facebook e não expandiu para os sistemas de WhatsApp e Instagram.

Medidas de segurança

Para garantir mais segurança, a rede social deslogou os perfis afetados de todos os dispositivos que estavam conectados. Quem for deslogado, ao se conectar novamente verá uma mensagem no topo do Feed de Notícias com uma explicação sobre o que aconteceu.

Caso Cambridge Analytica

No início deste ano a empresa se envolveu em outra polêmica quanto ao assunto segurança e vazamento de dados: o caso Cambridge Analytica, que já abordamos aqui no blog.

Neste acontecimento a revelação envolve a empresa de marketing Cambridge Analytica, que conseguiu de forma ilegal dados dos perfis para serem usados na campanha presidencial de Donald Trump, em 2017.

Nova Era

Tecnologias emergentes irão ajudar muito no sentido de defender a privacidade do usuário, a inteligência artificial será protagonista para perceber possiveis ataques e até mesmo trabalhar sugerindo que alguns recursos são vulneráveis.

Em particular eu costumo dizer que a privacidade receberá um novo conceito em breve.

 

Comentários

Comentários

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.