Go to the top

Reconhecimento Facial auxilia Rússia no combate ao novo coronavírus

LoFrano / Blog, Transformação Digital / 0 Comments

O mundo entrou em confinamento para tentar conter a Covid-19, no entanto em Moscou na Rússia uma nova tecnologia está sendo utilizada para rastrear os moradores.

Trata-se de um verdadeiro Big Brother. São dezenas de milhares de câmeras, com software de reconhecimento facial, instaladas com o objetivo de estarem associadas aos passes digitais dos celulares das pessoas.

A Rússia está passando pelo lockdown, o isolamento obrigatório devido à pandemia, e por isso, quase ninguém é visto fora de casa. As pessoas só saem para trabalhar e neste percurso é possível ver a enorme quantidade de equipamentos espalhados pelas ruas, sendo que vários deles, podem detectar rostos em tempo real e enviar alertas à polícia sobre transgressores da quarentena de forma imediata.

Há câmeras por todos os lados, inclusive na entrada de vários prédios e esses recursos em tempo real podem ser benéficos para auxiliar no enfrentamento à pandemia, já que fornecem dados significativos para o enfrentamento, tais como a identificação de aglomerações e a ordem quanto às diretrizes de distanciamento seguro.

Meticulosos

Na China, os sistemas de reconhecimento facial são utilizados mesmo antes da pandemia como peças fundamentais da segurança, já que o país vive em frequente vigilância das autoridades.

O surto da Covid-19 trouxe algumas mudanças de hábito como o uso de máscaras, que impactou no sistema de reconhecimento facial. Mas é claro que os chineses já anteviram o problema.

De acordo com uma das companhias responsáveis pela fabricação e desenvolvimento de várias câmeras do sistema, Hanwang, uma adaptação foi feita no sistema: o software de reconhecimento facial para o uso de máscara apaga dados desnecessários, analisa e estuda fotos do mesmo cidadão e as transforma em vetores, números ou pacotes.

Então, a identificação parte da comparação dos elementos do rosto com imagens já registradas, como o tamanho do nariz ou da testa, distância entre os olhos, marcas e outras especificações.

Contra o tempo

A instalação das câmeras traz agilidade na busca por pessoas que desrespeitem as regras. Segundo oficiais russos, centenas de pessoas que descumpriram as medidas de proteção foram detidas.

No entanto, parecer ser uma corrida contra o tempo, já que os dados apontam a capital Moscou como o principal foco da epidemia na Rússia. No início deste mês de maio, o país havia registrado um novo recorde de casos de Covid-19: foram mais de 10.600 novos casos, ultrapassando 130 mil infectados, com mais de 1.200 mortos.

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.