Go to the top

SAP Brasil acelera soluções de gestão durante pandemia

LoFrano / Apoio a Decisão, Blog, ERP, SAP, Tecnologias Emergentes, Transformação Digital / 0 Comments

A SAP Brasil acelerou as soluções de gestão durante a pandemia, pois este novo momento trouxe para a SAP Brasil um segundo trimestre com progresso no fechamento de novos contratos de soluções de gestão focadas não só na experiência do cliente e colaboradores, como também em gestão de despesas SAP Concur, Digital Supply Chain e a linha de produtos de Analytics e Data Management.

Os resultados deste período em comparação com o ano de 2019 foram de dois dígitos em grande parte, no entanto, em algumas linhas chegaram a até três. Isso é consequência da aceleração da digitalização de processos nas empresas de diferentes segmentos que estão em busca de eficiência e precisaram remodelar suas operações, umas das consequências trazidas pela pandemia da Covid-19.

Aumento nas vendas

O crescimento das vendas de Qualtrics CX em relação ao mesmo período do ano passado foi grande. Isso ocorre porque o atendimento ao cliente teve de ser transformado neste momento de crise.

A gestão da força de trabalho também sofreu mudanças radicais nos processos, já que muitos profissionais passaram a realizar trabalho remoto ou até mesmo sob novas condições. De acordo com os resultados, as empresas passaram a se preocupar ainda mais com sistemas de gerenciamento da cadeia de suprimentos e relacionamento com fornecedores, fazendo com que a linha de produtos de Digital Supply Chain também notasse aumento nas vendas.

Segundo a Presidente da SAP Brasil Cristina Palmaka, que também foi nomeada ao cargo de presidente da SAP América Latina e Caribe, a busca por soluções como estas representa um movimento das companhias para integrar informações e agregar valor de forma ampla.

“Vivemos um momento em que a tecnologia, mais do que trazer agilidade aos processos e ganhos de produtividade e otimização de gestão, torna-se essencial para moldar os negócios ao novo contexto, trazendo respostas mais rápidas”, comenta a presidente.

Novos voos

Neste último trimestre, novos projetos para adoção ou migração do sistema de gestão S/4HANA foram adotados por empresas de diferentes segmentos. As lojas CEM, rede varejista de móveis e eletrodomésticos com quase 300 lojas no Sudeste do Brasil, são exemplos de impulsionamento de projetos de transformação digital.

A varejista abraçou o SAP S/4HANA e agora conta com uma plataforma robusta com acesso a informações em tempo real, podendo desta forma, aprimorar a tomada de decisão, o gerenciamento e consolidar operações.

A empresa também adotou soluções de SAP Customer Experience, para reforçar a frente de comércio eletrônico e marketing, e a SAP SuccessFactors, para atrair, reter e desenvolver seus funcionários.

O desenvolvimento de funcionários também foi escolhido como estratégia pelo Grupo Zaragoza, um dos que mais cresce no país no setor de varejo.

Por falar em varejo, vale ressaltar que esta categoria foi uma das que mais requisitaram projetos neste período de pandemia, passando até dos setores de seguros e produtos de consumo.

A Duratex, maior produtora de painéis de madeira manufaturada do Hemisfério Sul também foi uma das grandes investidoras de transformação digital deste momento, investindo fortemente no SAP S/4HANA, SAP Ariba, SAP Cloud Platform e SAP Concur e também no SAP SuccessFactors para melhor engajamento de trabalho dos seus mais de 11 mil funcionários.

Outros exemplos de empresas que modificaram sua forma de trabalho e investiram na transformação digital neste período: siderúrgica brasileira Gerdau, Telefônica, operadora multinacional de telecomunicações da Espanha, que opera no Brasil com a marca Vivo, Cantu Pneus, Votorantim Cimentos e Renault do Brasil, subsidiária da montadora francesa Renault.

Resiliência

O Brasil registrou de abril a junho de 2020, um fortalecimento das políticas de isolamento social em resposta à pandemia de Covid-19, e isso resultou na adesão do regime de trabalho remoto em organizações de todo o país.

Diante disso, o processo de digitalização foi essencial para trazer resultados concretos e uma adaptação rápida. A receita da SAP cresceu globalmente, cerca de 2% para € 6,74 bilhões (IFRS), com alta de 21% nas soluções em nuvem, em comparação com o mesmo período do ano passado, com a alta demanda por soluções de digital supply chain, comércio eletrônico, cloud platform e SAP Qualtrics.

O SAP S/4HANA foi uma das linhas de produtos com maior crescimento, com mais de 500 novos clientes no último trimestre, totalizando uma ampliação de 22% na comparação ano a ano.

A pandemia provou que a digitalização não é mais uma opção e sim, uma necessidade para auxiliar a superar tempos difíceis. Através dela é possível alcançar resultados comerciais desejados para continuar investindo em ideias inovadoras. Ao contrário do que dizem por aí, 2020 não foi um ano perdido, pelo menos não para o setor de tecnologia.



Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.