Go to the top

A diferença entre digitização, digitalização e transformação digital

LoFrano / Blog, Negócios Digitais, Transformação Digital / 0 Comments

Esta é a Era Digital. Ela domina nossos dias, entra em nossas casas, trabalho, ela é parte da nossa vida. As organizações então já não sobreviveriam a longo prazo sem que o cenário digital estivesse entre suas salas e não é fácil acompanhar essa constante revolução.

O digital criou novos conceitos que tentam descrever a realidade em que vivemos e operamos e são eles: digitização, digitalização e transformação digital.

Em muitos casos essas palavras são utilizadas como sinônimos, no entanto, há grandes diferenças entre elas. Vamos analisar esses três termos?

Digitização

Sim, você não está lendo errado. Essa palavra – que aparentemente tem uma grafia desconhecida, começou a ser utilizada pelas organizações (mesmo não estando disponível na maior parte dos dicionários de língua portuguesa). Ela vem do termo digitalization, em inglês e mesmo que pareça relacionada com a palavra digitalização, não tem essa correlação.

A digitização pode ser considerada a primeira etapa na proteção de processos. Podemos dizer que é a mudança da empresa de sua forma analógica para a digital, ou seja, a organização inclui novas ferramentas, processos e meios de colaboração, transformando-os em processos mais inteligentes.

É como um primeiro passo em direção ao formato digital, onde se cria um valor significativo em dados digitalizados que estão prontos para serem analisados, além de salvar grandes proporções de documentos, arquivar históricos e informações confidenciais em formato digital. Nesta etapa, o risco de violação de segurança é reduzido e a empresa também pode implementar a tecnologia de criptografia e rastreamento para fornecer camadas extras de proteção. E não é perda de tempo: a digitalização desses formulários poderá ajudar a preparar essas organizações para o futuro.

Um exemplo de como a digitização auxiliou as corporações? Basta pensar no fluxo de trabalho durante a pandemia. Com o isolamento social, imaginem só se os profissionais não tivessem acesso aos documentos e precisassem comparecer às empresas para realizar atividades corriqueiras?

Digitalização

De acordo com a Gartner, uma tradicional empresa de pesquisa e consultoria, a definição de Digitalização se dá como: o uso de tecnologias digitais para mudar um modelo de negócio e fornecer novas receitas e oportunidades de geração de valor.

Ou seja, as empresas que adotam esse processo podem começar a usar seus dados digitalizados e, através de tecnologias avançadas, poderão descobrir o potencial dos dados digitais processados e ajudá-los a atingir seus objetivos de negócios.

A migração de processos de negócio para nuvem é um exemplo de digitalização, e ele só evolui à medida que mais e mais empresas migram para uma infraestrutura remota na tentativa de dominar a digitalização.

A previsão, segundo o Gartner, é de que até 2022, mais de 90% das empresas migrarão para a nuvem. Essa previsão contou com um empurrãozinho do ano de 2021, onde o trabalho remoto foi um fator dominante e essencial para mostrar que as empresas são capazes de funcionar com eficiência, com um portal centralizado por meio da nuvem.

Transformação digital

O Gartner afirma que a transformação digital pode se referir a qualquer coisa, desde a modernização da TI, por exemplo, computação em nuvem, otimização digital, à invenção de novos modelos de negócios digitais. Em outras palavras, é um processo de tirar o máximo de aproveitamento do potencial digital de um negócio.

No entanto, é preciso ressaltar que se trata de uma mudança complexa para uma empresa e que pode afetar o negócio em todos os aspectos, incluindo processos internos e externos, gestão, modelos, produtos e serviços.

A transformação digital dentro de uma empresa é contínua, e grande parte dela ocorre através do desenvolvimento de software e ser capaz de fomentar novos desenvolvimentos em tecnologia é uma grande vantagem para empresas que operam em setores competitivos.

Não tenham medo!

Muitas vezes, as novas tecnologias podem parecer assustadoras e se tornam uma barreira para a transformação digital. É neste momento que a empresa deve avaliar seus objetivos e traçar ambições com resultados tangíveis. Além disso, é necessário garantir que a tecnologia selecionada seja equipada com software sustentável que perdure aos impreteríveis avanços digitais e corresponda aos requisitos dos próximos anos.

Também há a possibilidade de terceirização para empresas de desenvolvimento de software nearshore, uma opção de progredir com a transformação digital.

Mas, segundo pesquisas, a solução mais popular para a escassez de habilidades é investir nos funcionários da empresa com treinamento e preparação para novos desafios.

Ficou clara a diferença entre os três termos? Sabemos que o mundo passou por grandes turbulências nos últimos meses e que o futuro não deve ser diferente. Novos desafios irão surgir e as empresas não devem olhar com medo para o digital. É preciso abraçar novas estratégias e modificar as rotas, para permanecer no caminho.



Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.