Go to the top

Tecnologia cada vez mais presente no varejo

LoFrano / Blog, e-commerce, Economia, Tecnologia / 0 Comments

A tecnologia cada vez mais presente no varejo, estamos em novembro e já começamos a pensar nas festas de fim de ano e também nas compras.

Em 2018, uma grande fatia do bolo pertence ao comércio online, segundo um estudo feito pelo PayPal que comprova isso: 59% das pessoas preferem as compras virtuais a sair por aí enfrentando multidões na época do Natal.

Além disso, outros pontos podem mostrar a preferência do uso da tecnologia nas compras de fim de ano:

Férias online

Fim de ano também combina com férias e a previsão nesta área é de crescimento. De acordo com a Deloitte (marca em que milhares de profissionais de firmas independentes em todo o mundo trabalham em colaboração a fim de entregar serviços de Auditoria, Consultoria, Assessoria Financeira, Risk Advisory, Consultoria Tributária e serviços relacionados), é provável que em 2018 as vendas de férias online batam o aumento do ano passado de 16,6%, chegando a 22%, durante a temporada de 2018.

Embora os agentes de viagens continuem fazendo seu trabalho montando várias opções de itinerários e economizando o tempo de seus clientes, a busca por esse tipo de serviço diminuiu. Nos Estados Unidos, 59% dos americanos contam que utilizam seus smartphones para planejar suas viagens.

Isso porque algumas agências de viagens on-line como por exemplo Expedia e TripAdvisor não economizam na hora de inovar: elas usam tecnologia de pagamento como a Hyperwallet, com o intuito de simplificar as reservas e tornar a experiência do turista mais independente e segura.

Tecnologia no Varejo

Compras na palma da mão

A geração do milênio, também conhecida como geração Y, tem maior facilidade na hora de consumir produtos por meio de dispositivos móveis em comparação com outras faixas etárias.

Além disso, trata-se de um grupo de pessoas que buscam experiências de varejo personalizadas e instantâneas, normalmente disponibilizadas através de aplicativos.

Na Europa, por exemplo, as compras móveis aumentaram de 15% em 2013 para mais de 30% em 2017. No mercado da Ásia-Pacífico a evolução mostra que no mesmo período de tempo o mercado aumentou suas vendas de 32% para 65%.

Black Friday

Muita gente não vê a hora! Grandes ofertas em diferentes setores, descontos de até 90%, somente uma vez por ano.

Antes da existência do e-commerce, a Black Friday era um dos maiores dias de compras do varejo e agora esta data incentiva o consumo online.

Segundo especialistas, a cada ano, as compras realizadas com os descontos proporcionados pela Black Friday começam mais cedo e duram ainda mais auxiliando (e muito) na movimentação das compras de Natal.

Geração Z

O futuro do varejo já pode ser previsto e está nas mãos da geração Z, aqueles que nasceram entre meados dos anos 90 e início dos anos 2000.

Um estudo da LivePerson (empresa americana de tecnologia) entrevistou jovens consumidores em seis países desenvolvidos e através dele foi possível descobrir que a maioria prefere sair de casa sem a carteira do que sem o telefone.

Até 2020 eles serão responsáveis por representar cerca de 40% do mercado consumidor e a perspectiva é de que eles gastem o dobro do tempo que a geração do milênio gasta realizando compras online através de dispositivos móveis.

O consumidor

O lado humano da força ainda conta, em uma pesquisa no início deste ano mostrou que quarenta e três por cento da população preferiria falar com um ser humano em vez de um chatbot. Esses números tem variado de acordo com a experiência que o cliente tem com as plataformas.

Uma boa parte da excelência no atendimento ao cliente é ter a capacidade de lidar com os mesmos que desejam falar com um atendente ao invés de usar bases de conhecimento e how-to.

Mas e os outros cinquenta e sete por cento?

Este é o consumidor que é fã e adepto do que eu chamo de NNF (Next, Next, Finish). Ele fica confuso com processos mais antigos e humanizados pois ele já nasceu DigiHumano.

Pagamento facilitado

As plataformas online já comprovaram que os clientes se sentem cada vez mais à vontade com a realização de compras devido aos novos provedores de pagamento e à segurança que eles podem oferecer.

Os empreendedores devem se atentar a este quesito durante a montagem de uma loja online e os consumidores também precisam ter cuidado e buscar informações sobre a loja, já que já algumas questões de segurança que merecem atenção.

Comentários

Comentários

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.