Go to the top

Os desafios da transformação digital

LoFrano / Blog, Futuro, Inteligência Artificial, Machine Learning, Tecnologia, Transformação Digital / 0 Comments

“Um longo caminho a percorrer e pouco tempo para chegar lá”. Este trecho da música Eastbound and Down de Jerry Reed resume a recente história da transformação digital no mundo.

De acordo com um relatório da McKinsey (uma empresa de consultoria empresarial americana), as organizações orientadas por dados têm 23 vezes mais chances de adquirir clientes; seis vezes mais possibilidades de manter clientes; e 19 vezes mais oportunidades de ser lucrativo como resultado.

Desafios da Transformação Digital

A Transformação Digital e o Direito

Neste caminho que vem sendo traçado sem que sequer haja previsão de onde vai dar, há alguns pontos que precisamos nos atentar. A indústria jurídica por exemplo, não está preparada para consumidores digitais.

Segundo a Gartner somente 19% das equipes internas jurídicas estão bem posicionadas para dar apoio aos esforços digitais das empresas.

E essa falta de conscientização e agilidade digital do setor jurídico é um problema sério que raramente é discutido, o que é um erro já que esse advento é mais que tecnologia, trata-se de novos padrões centrados no cliente.

Com isso, fica claro que a indústria legal deve colocar a transformação digital na linha de frente, pois é uma oportunidade para que profissionais encarem essa nova forma de agir perante seus clientes.

Questão de entendimento

Mudar a mentalidade dos funcionários e também da cultura organizacional é essencial, e que muitas vezes esta é uma das dificuldades encontradas pela transformação digital. Em todas as áreas é preciso entender que não basta somente o acesso à tecnologia e especialistas talentosos.

A face do processo

Há, dentre tantas outras, algumas dificuldades para transformar, tais como geminação de trabalhos, desvios e gargalos.

Muitas vezes, não se sabe como determinado processo foi estabelecido e muito menos de onde ele veio. No entanto, as novas tecnologias permitem o uso da inteligência artificial e machine learning para descobrir ineficiências nesses métodos com nitidez e objetividade para corrigir e tornar os processos ainda melhores.

Agilidade

A velocidade com que as mudanças acontecem dificultam a transição para o digital devido à falta de profissionais capacitados. É preciso acelerar, pois a sociedade exige isso das empresas.

Um estudo denominado Ecossistemas Digitais mostrou que as companhias que não se digitalizam correm um grande risco de deixar de existir. Por isso, nada de adiar a situação! Acelere a mudança, transforme seu negócio e lembre-se: a modificação pode trazer benefícios para a sua empresa, tais como a redução de custos e diminuição de erros.

Foco nos humanos

Estamos falando em uma transformação digital, no entanto, não podemos deixar de mencionar que para ser bem-sucedida não podemos nos esquecer dos HUMANOS. Estou falando de nós, meros mortais. Para que o processo obtenha sucesso, é necessário colocar as pessoas no jogo. Podemos denominar essa ação de “design de experiência”, e isso serve para assegurar que as mudanças agreguem valor aos consumidores e colaboradores.

Desta forma, é preciso que as organizações tragam pessoas tanto quanto funcionários, clientes e parceiros ao centro dos negócios, mais especificamente, do programa de transformação digital. Assim sua organização saberá como se adaptar às necessidades dos indivíduos e começará a fazer parte de um conceito chamado intelligent enterprise.

Historicamente a adesão de tecnologia tem sido repetidamente um processo lento no qual há necessidade de treinamento de usuários que ficam dependendo de manuais muitas vezes incompreensíveis, estando quase sempre subordinados à especialistas para solucionar problemas ou correções além de saberem que desta forma, jamais estarão no controle.

Comentários

Comentários

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.