Go to the top

O gerenciamento de projetos de TI

LoFrano / Blog, Gerenciamento de Projetos, Tecnologia da Informação, Transformação Digital / 1 Comment

Credibilidade é a palavra-chave quando nos referimos ao gerenciamento de projetos de TI. O sucesso operacional duradouro depende, não só deste requisito – ainda que ele seja o mais importante – como também das habilidades certas, bom senso e a disposição, afinal, os desafios nunca terminam.

Além de organizar e planejar, é preciso traçar a responsabilidade de concluir metas essenciais de uma organização. Essas ações só serão definidas por meio de procedimentos, práticas e políticas habituais ​​para gerenciar implementação, uso e manutenção de todos os tipos de tecnologia da informação e ambientes de negócios.

Comando

A tecnologia é indispensável para muitas operações de negócios e que na prática, o gerenciamento de TI é uma função comercial imprescindível. E aí entra o maior estímulo: sendo uma prática de negócios, o gerenciamento de TI precisa ser visto além de somente instalar e dar suporte à tecnologia. Não que isso não seja de suma importância. Mas há mais, caros amigos, muito mais.

Através do gerenciamento de TI também discorremos sobre o uso da tecnologia de uma forma que “suporte e transforme“, mas como? Antes de tudo, fazendo com que a tecnologia funcione – e que seja utilizada. Depois, mostrando que, através dela, é possível fazer a diferença e agregar valor ao seu uso.

Gerenciamento Projetos TI

Cronograma e custo

Um projeto de TI tem seu cronograma definido inicialmente pelas horas de trabalho, marcos específicos e por fim, um prazo final. Desta forma, é possível planejar e documentar a ação da equipe durante a realização do projeto, identificando as estimativas de duração das tarefas.

Já para o orçamento de um projeto é preciso aferir quais os custos serão necessários. Isso inclui serviços, instalações, projetos, licenças de software e outras despesas atribuídas diretamente ao projeto.

Planejamento em primeiro lugar

Organizar e planejar faz parte do processo do gerenciamento de projetos de TI: é necessário ter responsabilidade e focar na conclusão das metas determinadas, seja nas instalações de hardware, atualizações de redes, desenvolvimento de software ou em qualquer outra atividade designada.

O planejamento sempre vem em primeiro lugar pois, além de problemas comuns que possam resultar na falha de um projeto, há fatores que podem impactar de forma negativa no sucesso do plano, isso inclui, dentre várias outras alterações, a modificação da infraestrutura.

Por isso, lá vamos nós outra vez. É fundamental planejar e organizar os processos. Temos como exemplo, uma lista de cinco passos universais que integram o ciclo de vida do gerenciamento de projetos. Vamos lá:

Iniciação

É preciso começar, não é mesmo? Então, que este começo seja descobrindo qual é a necessidade (ou o problema) e o objetivo do projeto.

Planejamento

É aqui que o gerente de projetos e sua equipe entram em ação! É hora de traçar as fases necessárias para chegar à conclusão do projeto com sucesso.

Execução

Depois do planejamento do projeto, chega a vez da equipe realizar um plano para a entrega do mesmo. Lembrando que durante a execução do projeto, podem haver mudanças, conforme necessário.

Monitoramento e controle

O projeto está sendo executado e, nesta fase, o gerente de projetos monitora e controla o trabalho em termos de custo, tempo, risco, qualidade e outros fatores. É importante lembrar que esta fase ocorre de forma contínua, garantindo assim, que a proposta alcance suas metas.

Encerramento

Ufa! Chegamos à fase final! E aqui é preciso conferir se todas as etapas foram concluídas para que então o projeto seja encerrado  e aprovado.

Muito trabalho? e olha que esses são somente os passos universais. As fases específicas dentro de um projeto são únicas e atendem somente às particularidades de cada um.

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.