Go to the top

MPEs apresentam queda de 30% no faturamento e apostam nos meios digitais

LoFrano / Blog, Negócios Digitais / 0 Comments

O Sebrae e a FGV (Fundação Getúlio Vargas) realizaram em conjunto um estudo sobre o impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios e o resultado não surpreende: 6 em cada 10 empresas evidenciaram uma queda de aproximadamente 30% no faturamento no ano de 2020 em comparação com 2019.

Os desafios das MPEs (micro e pequenas empresas), que representam 92% de todos os negócios em atividade no Brasil, resultaram em uma nova forma de trabalho: o serviço digital.

Para se reestabelecer, foi preciso se reinventar. De acordo com o estudo do Sebrae houve um crescimento da utilização dos meios digitais, aplicativos e redes sociais para a comercialização dos produtos e serviços.

Há um ano, em maio de 2020, cerca de 59% dos empreendimentos comunicaram a utilização de ao menos um canal digital. Em março de 2021, o índice chegou a 69%.

Essa digitalização deve ser vista como uma vantagem nos negócios. Esse movimento traz benefícios a longo prazo e faz com que o empresário encontre sua fatia de mercado, permitindo o aumento das vendas por outros meios, afinal, os consumidores estão presentes tanto no online, quanto no off, basta encontrar o caminho para chegar até eles.

Depois da pandemia da Covid-19, as pessoas mudaram a forma de comprar e até superaram barreiras como fazer compras de supermercado pela Internet. Ou seja, se o consumidor pode comprar até carnes e verduras online, é fato que a compra de outros itens também será uma opção.

Observar com outros olhos

Essa expansão precisa de um processo de mudança de mentalidade por parte dos empresários. É necessário olhar com outros olhos para os novos canais de vendas e trata-los como um anexo do negócio.

A inclusão de novas estratégias para aprimorar as vendas em lojas físicas também é imprescindível. A criação de um e-commerce traz benefícios e estimula o consumo do cliente, já que ali, a vitrine não é limitada e o giro de estoque é muito maior.

Mas para que o consumidor tenha acesso a esse catálogo de produtos, é indispensável a realização de trabalhos de Marketing, através de campanhas certeiras, com anúncios segmentados, criando sua própria base de dados.

Vale também, o envio de notificações e promoções através de smartphone, e-mails marketing e outras ferramentas do mundo digital que podem aperfeiçoar o processo e auxiliar nas vendas.



Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.