Go to the top

Educação e os novos rumos com a Transformação digital

LoFrano / Blog, Educação, Futuro, Inteligência Artificial, Machine Learning, Transformação Digital / 0 Comments

A educação traça novos rumos com a transformação digital, mas algumas questões devem ser respondidas e criticadas nessa etapa.

Você já parou para pensar que atualmente os jovens estão estudando para empregos que podem não existir nos próximos anos?

Já reparou que uma aprendizagem rápida e contínua é um dos pré-requisitos para ingressar nas vagas disponíveis nas empresas atuais?

Chegou a hora da educação inovar.

Educação Transformação Digital

Cada vez mais as organizações contam com o uso da Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning, e isso nos faz refletir a respeito do futuro do mercado de trabalho, que muitas vezes, pode parecer pessimista ao falar do crescimento da utilização dos robôs. Porém, para alguns especialistas esta é a hora de apostar em novas profissões, que de fato, poderão atender às necessidades da economia.

Ensino obsoleto

Ser professor, dentista, médico ou advogado já não é mais prioridade. Agora, os jovens podem sonhar com cargos como os de detetive de dados, analista de cyber cidade ou gerente de desenvolvimento de negócios de inteligência artificial. E essas mudanças pautadas na transformação digital estão na lista de opções das profissões podem sim ser positivas, já que as tarefas repetitivas e maçantes passarão a ser exercidas pelos robôs e que os novos empregos (mais voltados para o pessoal da área de exatas) incluirão habilidades mais criativas, relacionadas às áreas matemáticas, analíticas e digitais.

Acesso e Inovação

Na Era da Educação Online, é preciso sair da zona de conforto! No Brasil, um exemplo dessa preocupação com a mudança é o investimento com inovações na educação.

Recentemente, Marcos Pontes, o novo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), mostrou-se partidário à ampliação da banda larga e acesso à internet no País. Apesar disso, segundo o site Agência Brasil, a situação é vista como um grande desafio e exigirá muitos esforços.

Para o novo ministro, o Brasil é muito grande sim, mas essa é uma das lutas que eles precisam travar. “Sabemos que tem regiões mais remotas e mais difíceis de se levar banda larga. Mas é muito importante para as escolas e para as famílias como um todo para trazer para a realidade atual”.

Além disso, também faz parte do novo governo os planos de levar ciência e tecnologia junto com o Ministério da Educação e tentar promover a carreira de pesquisador, motivar jovens para as profissões de pesquisa, além de realizar novas parcerias relacionadas à diversas áreas, como o espaço, nuclear, cibersegurança, inteligência artificial, de apoio ao desenvolvimento sustentável e à produção agrícola.

Transformação

Para que o ensino não se torne obsoleto, as lideranças devem se preparar para essa nova estrutura de funções e cargos, que já estão aparecendo e dominando o mercado, bem antes do que havíamos imaginado.

Investir em educação deve ser prioridade, tanto do governo, quanto de cada um de nós, para que todos consigamos acompanhar esse mundo novo que nos espera, nos testa e nos coloca literalmente à prova.

Comentários

Comentários

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.